terça-feira, 25 de janeiro de 2011

São Leonardo de Porto Maurício: O pequeno número daqueles que são salvos



São Leonardo de Porto Maurício era um frade franciscano mais sagrado que viviam no mosteiro de São Boaventura, em Roma. Ele foi um dos maiores missionários na história da Igreja. Ele costumava pregar para milhares de pessoas na praça de cada cidade e cidade onde as igrejas não conseguia segurar os seus ouvintes. Tão brilhante e santo era a sua eloquência que uma vez quando ele deu uma missão de duas semanas em Roma, o Papa eo Colégio dos Cardeais chegou a ouvi-lo. A Imaculada Conceição da Virgem Santa, a adoração do Santíssimo Sacramento e de veneração do Sagrado Coração de Jesus, eram suas cruzadas. Ele estava em nenhuma maneira pequena responsável pela definição da Imaculada Conceição fez um pouco mais de cem anos após sua morte. Ele também nos deu os louvores divinos, que se diz no final da Bênção. Mas a obra mais famosa de São Leonardo foi sua devoção à Via Sacra. Ele teve uma morte mais sagrado em seu septuagésimo quinto ano, após 24 anos de pregação contínua.

Uma das Saint Leonard de sermões mais famosos de Porto Maurício era “o pequeno número de aqueles que são salvos.” Foi o que ele invocado para a conversão dos pecadores grande. Este sermão, como seus outros escritos, foi submetida a exame canônico durante o processo de canonização. Nela, ele analisa os vários estados de vida dos cristãos e conclui com o pequeno número daqueles que são salvos, em relação à totalidade dos homens.

O leitor que medita sobre este texto notável irá captar a solidez de sua argumentação, que mereceu a aprovação da Igreja. Aqui está o grande missionário do sermão vibrante e comovente.

Download do texto completo link abaixo:

Media Fire (Não precisa se cadastrar para baixar o arquivo)

http://www.mediafire.com/view/?hcu3ppe3th5uiaw



http://www.4shared.com/get/gdufaC84/So_Leonardo_de_Porto_Maurcio.html

2 comentários:

  1. o link nao esta' funcionando. alguma outra alternativa para download?

    ResponderExcluir
  2. Obrigado por ter postado. Não conhecia esse livro.

    ResponderExcluir