terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Profecia atribuida a São Pio de Pietrelcina sobre os tempos finais





"Precedido de tormentas, ventos desencadeados e terríveis terremotos haverá, que abrirão a terra e a farão tremer. Eu virei numa noite, durante os frios meses de inverno, a este mundo carregado de pecados. Raios e centelhas, saídos de nuvens incandescentes incendiarão e reduzirão a cinzas tudo o que está contaminado pelo pecado. A destruição será total. O ar envenenado por gases sulfurosos levantará asfixiantes labaredas, que serão levadas por rajadas violentas para lugares distantes. Todas as obras erigidas pelo homem, com espírito louco e atrevido, de adoração a si mesmos, como querendo demonstrar o seu poder ilimitado, serão aniquiladas. Então a raça humana compreenderá que existe uma vontade superior à sua, que destruirá seus vícios, alardes e vanglórias. 

O mundo vos chamará de fanáticos, de loucos e criaturas miseráveis. Ameaçará fazê-los vacilar em vossa constância com e loquência enganosa. Os trapaceiros intrigantes do inferno intentarão vos comprar com seus astutos enganos. Lutai com humildade e silêncio. Combatei com as almas pelas boas obras. Vossa época será testemunha de um castigo terrível. Meus anjos se encarregarão de exterminar a todos os que se riem de Mim, e não acreditam nos meus profetas. Furacões de fogo serão lançados das nuvens e se espalharão por toda a terra. Temporais, trovões, tempestades, chuvas ininterruptas e terremotos haverá por toda a terra. Pelo espaço de três dias e três noites uma chuva ininterrupta de fogo terá curso, para demonstrar que Deus é o dono da criação.

Os que não prestam atenção a esta advertência serão abandonados e instantaneamente mortos pelo furor da cólera divina. O vento transportará gases venenosos que se difundirão por toda a terra. Os que sofrerem de modo inocente serão considerados mártires e entrarão em meu reino. Depois dos castigos os anjos baixarão dos céus e difundirão um espírito de paz por toda a terra. Um sentimento de incomensurável gratidão se irá apoderar de todos os que sobreviverem a esta terrível prova. Rezai continua e piedosamente o Rosário, em comum, ou sozinhos."

Nenhum comentário:

Postar um comentário